Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Trollagem mediúnica leva homem a se suicidar no Parque Dona Lindu

Ricardo Tomás poderia ter sido apenas mais um anônimo entre tantos outros se não tivesse dado fim à sua própria vida de uma forma e por um motivo fora do normal. Sua história foi revelada após o triste acontecimento de seu suicídio em pleno Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, na manhã desta terça-feira. Junto a seu corpo, foi encontrada uma carta na qual justificava seu ato e pedia perdão a entes queridos.

Arquiteto autodidata, Ricardo nasceu em 1976 e viveu em uma pequena cidade no Agreste setentrional pernambucano. O hábito de desenhar construções diversas durante a infância despertou a atenção do pai, que, curioso, passou a buscar explicações para a prática estranhamente assídua da criança. Em consulta a um forasteiro que se dizia discípulo de grandes médiuns, descobriu que o filho seria a reencarnação de um dos maiores nomes da arquitetura mundial, Oscar Niemeyer. A partir de então, passou a criá-lo baseado em sua crença e estimulando cada vez mais a vocação espiritual de Ricardo.

O parentesco com políticos da região permitiu que alguns de seus projetos fossem construídos e acabou lhe rendendo algum reconhecimento local durante a juventude. Vários foram os fazendeiros e empresários que lhe encomendaram o desenho de suas residências. Um prefeito chegou até a lhe requisitar um plano arquitetônico para um conjunto habitacional e lhe delegou um cargo central na secretaria de planejamento urbano, criada especialmente para executar suas obras.

Porém, Ricardo nunca tivera a oportunidade de conhecer as obras de sua “vida passada” e, com a morte do pai, tomou a decisão de viajar o país e o mundo com esse intento. Conheceu o Conjunto da Pampulha, em Belo Horizonte, o

Detalhe de ponte projetada por Ricardo Tomás

Ibirapuera e o Copan, em São Paulo, e, claro, Brasília. Quando soube que, em 2008, um parque, assinado por Niemeyer, havia sido construído em Recife, a cidade se tornou o seu próximo destino. Conheceu o Parque Dona Lindu e ficou maravilhado com a obra. Procurou, então, informar-se melhor sobre o projeto junto à Prefeitura da Cidade, almejando continuar progredindo nesta vida o estilo experimentado em sua última passagem. Foi quando lhe foi revelado que Oscar Niemeyer ainda está vivo com 103 anos de idade. Uma crise abateu-se sobre o homem que cresceu e construiu sua vida guiado pela crença do pai na revelação feita por um charlatão não instruído. Desestabilizado em sua identidade, Ricardo optou por dar cabo da própria vida ao se envenenar e falecer à sombra do monumento dedicado à mãe e à família do ex-presidente Lula.

Nas últimas palavras de Ricardo em sua carta, manifesta-se um último desejo impossível de ser cumprido. “Antes fosse Le Corbusier.”

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=2942

Publicado por em 20 setembro 2011. Arquivado em Arquitetura, Cotidiano, Gente, Policial, Últimas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

4 Comentários para “Trollagem mediúnica leva homem a se suicidar no Parque Dona Lindu”

  1. Fernanda

    inacreditável!!!!!

  2. Foda-se, Ricardo! Vá tomar no Dona Lindu!

  3. tbm so descobri q niemeyer ainda estava “vivo” depois do lindu. tbm faria o mesmo ricardo. mto dificil p vc..

  4. magnitupop

    Bicho, não acredito que perdi tempo pra ler esta merda!

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme