Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Senado aprova a não existência de 2017 e 2016 deverá ter 730 dias

Más notícias para aqueles que vinham torcendo pelo fim de 2016. Em votação unânime, em claro movimento para evitar que os trabalhadores contribuam por mais anos e não atinjam a marca de 49 anos para receber a aposentadoria integral, o Senado Federal decidiu dobrar o tamanho do presente ano.

A medida parecer ser uma retaliação por parte de Renan Calheiros que acaba de passar por um quase bem sucedido golpe no Senado para tomar-lhe a cadeira.

“Para o empresário, a extensão de 2016 reduz os custos, já que não há, na lei, o benefício de um 25º salário. O funcionário tirará férias apenas em 2017, que está a mais de 370 dias de distância”, aponta o economista William Midas Ferreira.

INFERNO

As consequências de ato inadvertido, no entanto, ainda são incalculáveis uma vez que 2016 é o ano mais surreal, paradoxal e escalafobético dos últimos cem em território nacional e internacional.

“Imagine mais um ciclo de impeachment, mais Temer, bizarrices políticas de esquerda e de direita, aberrações humanitárias do Estado Islâmico, separação de Bonner e Fátima, cientistas políticos formados pelo Facebook, caçadas a Pokemons, zika, chikungunya, dólar a R$ 4,16, Brexit, perda de David Bowie, PEC 55, entre outras tragédias de impacto? É um quadro de Salvador Dali ao avesso”, afirmou o sócioantropólogo Luiz Felipe Kortela.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=22962

Publicado por em 6 dezembro 2016. Arquivado em Brasil, Últimas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme