Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Protagonista do viral “As árveres somos nozes” é brutalmente assassinado no Recife

Na tarde deste sábado, o ator e cantor gospel João Vitorino Menezes, de 45 anos, foi brutalmente assassinado em uma avenida do Centro do Recife. Menezes ganhou fama nacional em 2006 por suas dificuldades de dicção. Era dele a voz que protagonizou o vídeo que ficou conhecido como “O jardineiro é Jesus e as árvores somos nós”, no qual uma animação ilustra suas tentativas de pronunciar, sem sucesso, a tal frase durante as gravações do seu primeiro CD. Desde então, João Vitorino, que fundou sua própria igreja evangélica, investiu na carreira artística e realizava shows por todo país, apresentando uma espécie de stand-up comedy com músicas religiosas. Ele se dirigia para mais um espetáculo quando o incidente aconteceu.

.

.

João Vitorino andava pela calçada da Avenida Cruz Cabugá rumo a um templo neopentecostal quando parou para dar autógrafos e tirar fotos com alguns fãs. Neste momento, foi abordado por um grupo de cerca de cinco homens uniformizados, que o atacaram e usaram uma serra elétrica para esquartejá-lo em frente a um grupo de testemunhas atônitas. “Com o perdão do Senhor, foi uma verdadeira visão do inferno! Vitorino estava lindo, vestido com sua fantasia de árvore frondosa abençoada. Sorria e acenava para todos. Foi quando um caminhão da Emlurb (Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana) parou. Uns homens saltaram de dentro dele, cortaram o Vitorino inteiro, jogaram tudo na caçamba e foram embora antes que alguém pudesse fazer qualquer coisa”, relatou Eleonora Santana, fã que presenciou toda a ação. No início da noite, o IML recolheu as pernas de Vitorino, única parte do corpo deixada no local pelos criminosos. O caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios da Capital.

.

as-averes-somos-cortadas

Créditos: [1] [2] [3] [4]

De acordo com militantes do Direito Humano à Cidade, Menezes foi a mais recente vítima dos arboricídios em série que têm sido perpetrados sistematicamente por todo o município, cuja responsabilidade recai sobre a Prefeitura do Recife e tem rendido ao prefeito o apelido de “Geraldo Mãos-de-Tesoura”. “É a primeira notícia que tenho de uma vítima humana, mas não me surpreende! Há uma extensa lista de árvores, algumas até mesmo centenárias e tombadas, que foram vítimas de ‘podas’ realizadas sem qualquer critério pela Emlurb e a Celpe. Qualquer ser que tenha tronco está sujeito a virar um toco de poucos centímetros nesta cidade”, afirma Leonáudio Granja Lins, ativista do grupo Direitos Urbanos.

.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=15697

Publicado por em 4 maio 2014. Arquivado em Mauritsstad, Meio Ambiente, Policial. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

2 Comentários para “Protagonista do viral “As árveres somos nozes” é brutalmente assassinado no Recife”

  1. Mina

    O nome do cara do vídeo é José Maria Queiroz, nada a ver mano….

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme