Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Polícia fixa em R$ 5 mil a fiança da privada detida durante protesto no Recife

Mesmo sob as chuvas que caem no Recife, cerca de quinze manifestantes permanecem em frente à Delegacia de Plantão de Santo Amaro, no centro da cidade, para onde foi levada Deca Maria Barros, a privada detida durante um protesto na tarde desta quinta-feira. Ela foi presa em flagrante por policiais militares por porte de artefato explosivo e desacato a autoridade enquanto participava do “Baile de Máscaras Damázio”, ato simbólico promovido pelo grupo Resistência Pernambucana contra a decisão da Secretaria de Defesa Social de proibir o uso de máscaras durante protestos no estado. De acordo com o delegado responsável pelo atendimento à ocorrência, Jones Gotto, uma fiança de R$ 5 mil reais foi fixada para a sua liberação. Advogados estão, neste momento, no fórum da capital, aguardando decisão judicial sobre um pedido de habeas copro. Entre os que fazem a vigília, o clima é de indignação. “Tenho contato com essa privada há muito tempo e sua prisão é completamente injusta. Sou muito ligado a ela, há um laço afetivo… Tô soltando gás de pimenta direto e não sei mais até quando vou aguentar segurar o resto, moço. O charuto já tá no beiço!”, disse um manifestante que não quis se identificar.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=14288

Publicado por em 30 agosto 2013. Arquivado em Mauritsstad, Policial. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme