Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Pernambuco tem 1 assalto a cada 2 milésimos, conclui pesquisa

 

Ao que tudo indica, o estado de Pernambuco está caminhando a passos largos em direção aos anos noventa. Naquela época era necessário apenas sair de casa para a certeza de ser abordado por algum meliante ou embusteiro. Caminhar em espaço público e medo profundo se identificavam. Pouco mais de duas décadas e a sensação volta a ser a mesma.

É o que indica o Instituto de Pesquisas DataFace. Mais eficiente do ponto de vista estatístico do que que as delegacias e todo o aparato de segurança do estado, incluindo a Secretaria de Defesa Social (SDS), afinal os militares que estão nas ruas, o Facebook tem sido o catalisador da tragédia que é viver em cidades pernambucanas hoje.

As timelines anunciam a cada segundo o depoimento inconformado de mais uma vítima anunciando que está sem WhatsApp e que, por vezes, foi subtraída por um ou mais sujeitos portando facões em estilo medieval, arrastões, ataque a ônibus e o clássico motociclista.

Abaixo, uma amostra irrisória  de depoimentos adquiridos junto ao DataFace. Ao ser assaltado, é importante que se faça um boletim de ocorrência, o famoso BO. O Facebook não registra oficialmente estatísticas de violência da sua cidade.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=22987

Publicado por em 19 dezembro 2016. Arquivado em Mauritsstad. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme