Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Morador do Recife descobre assustado que Olinda não é cidade cenográfica

Mija na sala da tua casaUm dos costumes mais arraigados na cultura pernambucana é o ato de urinar em vias públicas. Nas prévias carnavalescas e no carnaval em si esse hábito cresce em progressão geométrica. A maior parte do carnaval de Pernambuco acontece em Olinda, município injustamente confundido com a região metropolitana do Recife. Além disso, muitos moradores da cidade do Recife sequer sabem que o sítio histórico de Olinda ainda é residencial.

Foi o que aconteceu hoje com o folião Vanderlei Uréya. Uréya urinava na Rua 27 de Janeiro quando o morador da casa 67, Rodrigo Ágil, repreendeu duramente o comportamento canídeo por parte do folião de bexiga solta.

“Fiquei assustado e envergonhado! Foi a primeira vez que me dei conta que tem gente morando em Olinda. Sempre me pareceu uma cidade cenográfica. Peço perdão, não farei de novo”, justificou Uréya.

Os moradores pedem encarecidamente que os foliões substituam as fachadas e os postes por  banheiros químicos.lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=23214

Publicado por em 21 janeiro 2018. Arquivado em Mauritsstad. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme