Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Colunista do The Guardian diz que NSA também espionou Tiririca e Bolsonaro

nsa-tiririca-e-bolsonaro

“Pior do que tá não fica” a imagem da política externa dos EUA após o vazamento de documentos da sua Agência de Segurança Nacional promovido por Edward Snowden? Pelo visto, sim. Hoje, em sua coluna semanal sobre segurança e liberdade no jornal The Guardian, o jornalista Glenn Greenwald revelou novas informações obtidas com as análises dos registros das ações de “monitoramento” da NSA. De acordo com Greenwald, a espionagem dos EUA no Brasil não se limitou à vigilância das comunicações da Petrobrás, de ministros e da presidenta Dilma, atingindo ainda alguns parlamentares do Congresso Nacional. Dois deputados federais são citados na matéria como alvos da espionagem norte-americana: Jair Bolsonaro e Tiririca.

bolsonaro-nsaSegundo o jornalista, o monitoramento de Bolsonaro fez parte de um plano de prospecção de possíveis aliados que os Estados Unidos poderiam cooptar junto à Câmara caso os rumos da política brasileira exigissem intervenção externa para a implementação de um “modelo de democracia” mais afinado com os ideais ianques. A escolha do deputado, no caso, é justificada pelo seu “incansável posicionamento apologético à Revolução  Militar de 1964“. Em um dos comunicados da NSA, um agente chega a dizer que Bolsonaro é “o tipo de sujeito que, se fosse congressista dos EUA, teria defendido com unhas e dentes o modus operandi [da Prisão] de Abu Ghraib“.

tiririca-nsaJá os registros da NSA sobre o deputado mais votado do país nas últimas eleições são, em sua maioria, ofícios destinados ao Departamento de Criptografia (D.E.), que solicitam os serviços do setor na decifração de e-mails escritos por Tiririca. “Sei que o D.E. tem empreendido grandes esforços no atendimento de nossas requisições, pelos quais sou muito grato. Mas a resposta ao último pedido encaminhado não se assemelha em nada a qualquer sentença discernível na língua portuguesa“, reclamava um analista em um comunicado. O monitoramento de Tiririca seria motivado pelo interesse da agência em descobrir o que faz, afinal, um deputado federal. “Definitivamente, uma escolha infeliz“, avalia Greenwald no artigo, “Se a NSA realmente está interessada em saber sobre as ações do deputados brasileiros, poderia ter economizado seus recursos e assistido ao vídeo em que o indígena Vicente Karaï Mirï descreve fielmente as realizações às quais os parlamentares vêm se dedicando na atualidade.” O vídeo a que o colunista do The Guardian se refere pode ser conferido a seguir:

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=14590

Publicado por em 27 setembro 2013. Arquivado em Brasil, Mundo, Política, Últimas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

4 Comentários para “Colunista do The Guardian diz que NSA também espionou Tiririca e Bolsonaro”

  1. Pensei que tinham achado alguma coisa comprometedora a respeito do Boçalnaro.

    Aliás, se pesquisar mais um pouquinho, vão encontrar essas coisas. Afinal, ele nasceu em Campinas.

  2. creo

    Vcs nunca vaõ encontrar nada contra o bolsonaro,esse é homem de verdade.que o país precisa.

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme