Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

“Clitóris não reproduz”, diz líder do Boko Haram

Um novo vídeo de Abubabakar Shedeliks finalmente desmentiu os boatos de que o líder Boko Haram estaria morto. Há uma década, a milícia fundamentalista, cujo nome significa “a educação não-islâmica é um pecado”, promove na Nigéria uma verdadeira guerra civil. Através de ações terroristas contra a minoria cristã, como atentados com bombas, chacinas e sequestros, o grupo tenta implantar no país a sua interpretação do conjunto de leis existentes no Alcorão (sharia).

Abubabakar Shedeliks

No vídeo, Shedeliks aparece numa espécie de debate com um padre católico e responde, sempre em árabe, a questionamentos. Como sobre o destino das mais de 270 meninas nigerianas sequestradas pelo Boko Harum durante um ataque ao povoado de Chibok, em abril deste ano. “Elas tinham problemas perante Alá por viver no pecado e foram atendidas por nosso plano psicológico afetivo, corrigindo-as da educação não-islâmica que recebiam”, diz. Os fundamentalistas proíbem que mulheres frequentem escolas. Ao ser acusado pelo padre de entregar crianças para serem estupradas por diversos homens, além de mutilar seus genitais, Abubabakar justifica: “São homens que seguem fielmente a sharia. Muitas foram curadas dessa maneira e ganharam bons maridos para servir. Tratamos a vida toda com religiosidade para que nossos filhos possam encontrar um bom caminho familiar. E digo mais… Clitóris não reproduz!”

Durante a maior parte do tempo, do padre, ouve-se apenas a voz. Nas poucas vezes em que aparece, é notável o quanto se encontra abatido, fazendo crer que tenha sido raptado pelo grupo. Frente ao tratamento hostil que recebe, ele chega a apelar para que o líder dos Boko Haram reconheça que são filhos do mesmo Deus e pede para que faça a Sua vontade de paz. “Covarde! Se é assim, que façam um bom proveito em continuarem como estão, mas bem longe da gente. Eu não tenho medo. Nós não temos medo, temos coragem. Porque nós somos a maioria e vamos enfrentar essa minoria até o fim!” As palavras de Abubabakar Shedeliks são seguidas da vibração de seus homens e de gritos do padre.

Leia também:
Padre Quevedo desvenda mistério do “Profeta do Bicho” »
Malafaia polemiza ao promover novo tuitaço com ensinamentos de Cristo »
Vereador sugere isolar gays na Ilha de Itamaracá por 150 anos »
Após conselho de Luciana Genro, Danilo Gentili tentará mestrado em Ciência Política na USP »
Lei propõe suspensão do título de eleitor de quem comprou com IPI reduzido »

 lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=16186

Publicado por em 30 setembro 2014. Arquivado em Mundo, Últimas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme