Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Busca policial por Bakunin gera incidente diplomático entre Brasil e Suíça

bakunin-rio-de-janeiro

 

Um mal-estar diplomático com o governo da Suíça revelou que as investigações da Polícia Civil do Rio de Janeiro – que culminaram na prisão “preventiva” de 23 pessoas no dia 12 de julho – foram mais longe do que se poderia imaginar. Tudo porque, nesta quarta-feira, o Consulado Geral da Suíça divulgou, em nota pública, um pedido de desculpas pelo “comportamento desrespeitoso de um funcionário para com a República Federativa do Brasil”.

O comunicado não deixa claro o ocorrido, mas uma imagem que circulou na Internet durante a manhã de hoje fornece pistas de que o incidente esteja ligado a um possível pedido de apuração do paradeiro do teórico anarquista Mikhail Bukunin, supostamente feito pela Polícia fluminense ao órgão diplomático. A imagem original, publicada no Twitter, teria sido apagada pelo provável autor, mas alguns internautas replicaram-na pelas redes sociais. Tratava-se da fotografia de um documento, provavelmente um ofício do Consulado, do qual apenas um trecho pode ser lido.

consulado-carta-thumb

 

Informamos que a requisição de sua honrosa instituição já foi encaminhada ao Département fédéral des affaires étrangères – DFAE* – e, em breve, poderemos colaborar de forma substancial com as investigações empreendidas. Porém, cabe-me, baseado em meus próprios estudos da teoria política ocidental, adiantar-lhe que Mikhail Bakunin foi, de fato, um teórico anarquista russo do século XIX. Como autêntico cidadão de Bärn [Berna, cidade suíça], asseguro-lhe que seu corpo jaz, há quase 140 anos, em um túmulo no cemitério de Bremgarten, sendo talvez o mais visitado do local. Já o meu trabalho neste Consulado permite-me afirmar, com toda convicção, que não há notícias de qualquer descendente seu, vivo e homônimo, que tenha obtido visto para o Brasil nos últimos quinze anos.
Confesso a V.S.ª. não ser de minha prática profissional fazer comentários de origem pessoal aos pedidos que chegam ao nosso órgão. Muito menos dar vazão à curiosidade que me toma frente a diversos casos. Mas, acreditando no estabelecimento de uma relação cordial ao lhe adiantar informações dessa maneira, sinto-me à vontade para também pedir informações sobre os paradeiros de dois “elementos”. Minhas questões são:

a) Cadê o Amarildo?
b) Para onde foi o Estado Democrático de Direito?

* Ministério Federal Suíço das Relações Exteriores.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=16018

Publicado por em 31 julho 2014. Arquivado em Brasil, Destaques, Policial, Últimas. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

5 Comentários para “Busca policial por Bakunin gera incidente diplomático entre Brasil e Suíça”

  1. Adrea

    sério mesmo que um ofício do Consulo seguiria em folha comum como uma métrica de formatação tão mal feita?! o.O o documento, certamente, não é verdadeiro, minha gente… a crítica, porém, é fantástica!

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme