Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Bloco de paródia evangélica “Segura o Culto” estreará em Olinda em 2017

segura o culto

Bloco quer criticar o julgamento sobre escolhas pessoais e perseguições religiosas.

Quem costuma brincar o carnaval de Olinda já conhece a “Troça Carnavalesca Segurucu” (veja vídeo), que há quase 30 anos sustenta um dedo gigante feito de espuma realizando irreverentes perseguições anais. Em 2017, um grupo de amigos resolveu inovar e parodiar a troça.

Incomodados com fato de que em geral os pastores e seus seguidores são “fiscais de cu”, em alusão à perseguição que sofrem os homossexuais por uma fração das igrejas evangélicas pelo Brasil, os estudantes de Engenharia Química Paulo de Tarso Filho e George Figueira Santos resolveram criar a “Troça Carnavalesca Segura o Culto”.

“A intenção do bloco é chamar a atenção da sociedade para a fiscalização que algumas igrejas evangélicas exercem sobre a vida particular do cidadão. Segura o culto é isso: frear os julgamentos das escolhas pessoais e intransferíveis!”, afirmou Figueira.

As ideias de fantasias já começam a aparecer nas redes sociais. Foliões afirmam que sairão descabelados, orando por R$ 100 mil, esbravejando e escoltados em condução coercitiva pela PF em referência ao pastor Silas Malafaia. Outros planejam desfilar com camisas ensanguentadas e vendendo tijolos abençoados em homenagem ao apóstolo Valdemiro Santiago.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=23042

Publicado por em 12 janeiro 2017. Arquivado em Brasil, Cultura. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme