Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Banco Mundial sugere que quem se formou por federais pague 189 salários para validar diploma

Após sugerir o fim do ensino superior gratuito no Brasil, o BIRD (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento) já sugere as condições retroativas para assegurar isonomia de aquisição dos futuros diplomas pelas federais do país, além de oferecer uma bela alternativa para diminuição da dívida pública do Brasil. O BIRD afirma ter estudos avançados sobre o valor que cada estudante das universidades públicas oneram do tesouro nacional, o que giraria em torno de 177.000,93 per capita.

“Gastar um montante tão alto com figuras inúteis, cujos livros e teorias são sonhos e esquizofrenia, via de regra, é uma irracionalidade”, assegura Kuka Belud, presidente do BIRD.

O governo já se mostra simpático e liberou algumas das condições possíveis para execução de tal pleito.

“Para aqueles que não apresentam condições de quitação da dívida, não importa o ano em que se formaram e seja lá o curso, restará a alternativa de servidão vitalícia até os 140 anos de idade em algum serviço público à escolha do INSS como, por exemplo, extração de carvão em Criciúma, salva-vidas em Recife ou professor do estado do Rio de Janeiro”, afirmou o presidente Temer.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=23182

Publicado por em 22 novembro 2017. Arquivado em Brasil, Educação. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme