Diario Pernambucano – Falsiê, mas sem farsas.

Após “acidente” com avião, ONU classifica governo brasileiro como mais perigoso que o Estado Islâmico

terroristas

O avião caiu, foi uma questão meteorológica.

Após afundar o resto do que sobrou do Brasil em 2016, o governo brasileiro fez ainda mais fama internacional ao involucrar-se no “acidente” aéreo que ceifou a vida de Teori Zavascki, quando um golpe de ar derrubou seu avião.

Já bastante experimentado em atividades semelhantes – lembremos Juscelino Kubitschek, Castelo Branco, Marcos Freire, Ulysses Guimarães e Celso Daniel -, o governo do Brasil vê-se na necessidade de explicar a coincidência da morte do homem que conduzia o processo de investigação de corrupção que mandou para prisão as figuras mais ricas e poderosas do país, incluindo membros do próprio partido de esquerda. O próximo passo do ministro seria um dos mais importantes de todos até a data: aceitar e homologar os depoimentos dos principais executivos da Odebrecht.

Dadas as evidências de hoje e de outrora, a ONU emitiu nota classificando a governança do Brasil como sendo uma organização mais perigosa do que o Estado Islâmico.

lala

Comentários

comentários

URL curta: http://www.diariopernambucano.com.br/?p=23054

Publicado por em 21 janeiro 2017. Arquivado em Brasil. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Confira nosso canal no Youtube

Últimas Notícias

Imagens

Fazer login | Desenvolvido por RackTheme